• Sobre o blog
  • Contato
  • Envie seu texto
  • Blogroll
  • FAQ
  • 25 julho

    3096 dias de cativeiro

    O que seria se um dia ficássemos 8 anos longe da família, amigos, dos lugares que gostamos… Muito triste né? Então, o filme 3096 Dias de Cativeiro mostra exatamente isso, a história de uma menina que foi raptada quando criança e a partir daí a sua vida muda completamente!

    Sinopse:

    filme-3096-dias-de-cativeiro-critiva-resenha-blog-conversando-com-a-lua-1

    3906 dias é um filme baseado na história real de Natascha Kampusch, que foi raptada e mantida em cativeiro entre os anos de 1998 e 2006. Capturada em uma rua de Viena aos dez anos, o longa narra sua vida ainda em liberdade, passando pelo período de isolamento completo do mundo exterior, onde sofreu abusos físicos e psicológicos. até o momento de sua fuga e readaptação a vida em sociedade.


    Vocês já sabem que esse filme foi baseado em uma história real, infelizmente! Eu vi esse filme na Netflix e não dei muita bola para ele, mas depois que eu apertei o play automaticamente eu fui me envolvendo na história e quando eu vi parecia que estava sentindo exatamente o que a pessoa sentiu, é um filme que faz você pensar em diversas coisas e eu amo filmes assim!

    Resenha do filme 3096 dias de cativeiro

    A vida de uma menina muda completamente após ela sair de casa para ir a escola, assim, simplesmente do nada ela é raptada e mantida 8 anos dentro de um cativeiro por uma homem que a tortura, estupra. Um homem manipulador e perturbador. Ele é a unica pessoa que ela tem de contato humano, o que seria viver em um quarto minusculo em baixo de uma casa, sem contato nenhum com o mundo externo durante anos? Me dá arrepio só de pensar e isso é exatamente o que esse filme mostra.

    Resenha do filme 3096 dias de cativeiro

    Ela cresce nesse pequeno horrível mundo que ela não pediu para ficar e com isso ela fala com roupas, sofre de problemas alimentares (justamente por não ter comida suficiente que ela precisa), é cheia de hematomas por surras e espancamentos e ela deve fazer tudo que ele mandar ela fazer sem questionar nada, senão tem punições. Ela entra tanto nisso, que durante o filme ela passa por situações em que ela tem a oportunidade de fugir, ou de avisar a alguém, mas não faz, por puro medo.

    Resenha do filme 3096 dias de cativeiro

    Não vou mentir, é um filme psicologicamente pesado, pois ele trata o mais real possivel o sequestramento, estupro, psicopatia e entre outros, mas eu digo que todos deveriam muito assistir esse filme, pois ele faz a gente refletir muito sobre a vida, sobre saber que tem pessoas que já passaram por isso e que ninguém nunca vai saber, ou talvez vá! Mostra em como as pessoas são cruéis e mostra também a mente de um psicopata, uma pessoa que vive a sua “vida normal”, mas a pessoa não é tão normal assim.

    Resenha do filme 3096 dias de cativeiro

    Enfim, eu não gosto muito de dizer sobre os filmes nas minhas resenhas, porque depois perde a graça né? O que eu digo sobre esse filme é, assista! Pois você não irá se arrepender! E tem um livro desse filme, ou melhor, da menina que foi inspirada para fazer esse filme, nesse livro ela conta todos os 8 anos da vida dela que ela ficou “bloqueada” do mundo, eu ainda não o li, mas já entrou para a minha lista, porque se o filme já é bom, imagine o livro?

    E ai gente, alguém já assistiu o filme? Ou leu o livro? Ficaram com vontade de assistir? Me contem! ♥


    Veja também:

    Dayane Nascimento

    23 anos, carioca, estudante de Publicidade e apaixonada por fotografia, moda, decoração e qualquer outra coisa que me faça sorrir. @dayaneassiis

    Deixe uma resposta

    Seu email não será publicado.


    *

    1. Grazi em 25 de julho de 2016

      acho que nunca vi esse filme na Netflix e se vi nem prestei atenção nele hahaha adorei a resenha, gostei muito da sinopse vou adicionar na minha lista pra ver no final de semana :)

    2. debora em 26 de julho de 2016

      Nao tinha visto nada sobre esse filme ainda. Fiquei super interessada.. adorei a resenha. Bjs

      http://www.deboradahl.com

    3. Julie Chagas em 26 de julho de 2016

      Já anotei o nome aqui!
      Super curti a indicação :D
      Bjs

    4. Jéssica || Fashion Jacket em 26 de julho de 2016

      Ameeeei a resenha! Não conhecia esse filme, mas gostei tanto do enredo que estou pensando em assistir hoje mesmo quando chegar em casa!

      Beijos ♥

      Jéssica || Fashion Jacket
      http://www.fashionjacket.com.br

    5. eliane em 26 de julho de 2016

      Adoraria assistir a este filme!
      Forte, mas a vida é forte!
      Bjos
      passa lá no meu blog!
      http://www.elianedelacerda.com

      • Dayane Nascimento em 27 de julho de 2016

        Que bom que gostou, tenta assistir qualquer dia que se vai curtir bastante viu!
        Beijokass

    6. Adriana Leandro em 26 de julho de 2016

      Parece um filme forte, mas que faz a gente pensar. Eu não sei se assistiria porque não sou fã de filmes assim. Bjus!

      galerafashion.com

    7. hellz em 26 de julho de 2016

      Eu lembro de ter visto a reportagem sobre o caso real. Chega a dar um aperto no peito saber que tudo isso realmente aconteceu com alguém, né? Uma história digna de filme mesmo, mas que não passa de realidade de alguém. Quero ver o filme, ainda não vi!

      beeeeeijo
      beinghellz.com

      • Dayane Nascimento em 27 de julho de 2016

        Verdade, é muito triste pensar nisso.
        E ver o filme sim, vai gostar!
        Beijosss

    8. Marcy Moraes em 26 de julho de 2016

      Acho que não estou psicologicamente preparada para assistir esse filme, mas ele é interessante.

      http://marcymoraes.blogspot.com.br/

    9. Conceição souza em 27 de julho de 2016

      Boa tarde, eu me recordo que já assistir esse filme a um tempo atras e esses filmes sempre nos marca né?! Sempre gosto de assistir filmes nesse estilo e que sao baseados em fatos reais. Foi bem triste a forma com que a criança foi criada para descobrir as coisas sozinha e ainda sendo abusada.
      beijos!
      http://www.garotadelicada.com.br

      • Dayane Nascimento em 27 de julho de 2016

        Verdade, esse me marcou demais!
        Também curto bastante, os filmes que mais gosto são assim.
        Beijosss

    10. Milena Schabat em 28 de julho de 2016

      Lembro de ter começado a ler o livro há muito tempo atrás, mas não lembro do motivo de tê-lo abandonado. Acho que foi porque resolvi ler outro, sei lá. Talvez se eu tivesse lido mais páginas teria notado o quão necessário era eu terminar a leitura.
      Que bom que agora tem um filme, espero que eu consiga assistir até o final (quase desisti de O Quarto de Jack porque estava me agoniando demais, mesmo tendo adorado o filme acho que não assistiria de novo).
      Esses assuntos são realmente muito importantes de serem abordados, mas nunca é fácil lê-los/assisti-los, né? =x

      Abraço,
      milenaschabat.blogspot.com

      • Dayane Nascimento em 1 de agosto de 2016

        Você leu mas não terminou? E é verdade, fácil não é, mas muito importante mesmo!
        Beijossss

    11. Bianca Geisler em 29 de julho de 2016

      Eu fiquei me sentindo pesada só de ler sua resenha, imagina vendo o filme? É muito triste pensar que pessoas realmente passam por isso e que o medo poderia as trancar ainda mais.
      Fiquei bem interessada porém. Parece bem triste e do tipo que nos faz pensar na vida e no valor que temos em ter liberdade.
      Adorei a resenha.
      Boa indicação.

      Beijos,
      Bi.

      http://www.naogostodeunicornios.com

    12. Demara Soares em 31 de julho de 2016

      Me lembro de ter acompanhado a história nos noticiários em 2006, não sabia que iria virar filme, mas fiquei curiosa para assistir. Correndo lá no Netflix para conferir!
      Xerim :)
      http://www.trilouca.com
      Canal no YT: http://www.youtube.com/c/blogtrilouca

    13. Lu Cruz em 1 de agosto de 2016

      Não conhecia o filme, e já imagino a aflição que deve ser só de imaginar a situação! Adoro filmes assim, que deixam a gente no lugar do personagem. Mesmo sendo pesado, fiquei com muita vontade de ver! Beijos!
      Blog Vintee5 | Canal Vintee5

      • Dayane Nascimento em 1 de agosto de 2016

        Eu também adoro filmes assim, por isso gostei tanto desse e vê se assiste viu porque vale muito a pena!
        beijokass

    14. Simone benvindo em 1 de agosto de 2016

      Eu vi este filme, vibrei nos momentos em que ela poderia ter pedido ajuda ou gritado, mas quem passa por isso é que sabe o medo né?! Achei os atores fantásticos.

      • Dayane Nascimento em 1 de agosto de 2016

        Verdade, somos duas, a cada momento eu ficava apreensiva, mas é difícil de entender quando nunca passamos pela mesma coisa né?
        beijokasss

    15. Bela em 28 de agosto de 2016

      É tipo o recente filme chamado O Quarto! Você assistiu?
      A Bela, não a Fera | Youtube A Bela, não a Fera | Fã Page no Facebook

      • Dayane Nascimento em 29 de agosto de 2016

        Ainda não, mas já vi muitos comentários sobre ele, já está na minha lista ♥
        beijoss