Categoria "Pessoal"
22.jul.14
Dona do blog Pessoal

É como andar de bicicleta

Para quem me acompanha no Facebook e Instagram sabe que nesse tempinho que eu fiquei sem internet eu voltei a desenhar, muitas pessoas não sabiam que eu desenhava, só quem me conhecia a muito tempo.

Eu sempre gostei de desenhar, desde pequena eu sempre desenhei croquis, quando comecei eram horríveis, mas com o tempo e com a prática eu fui melhorando, até que depois de uns anos quando entrei para a faculdade eu parei de desenhar e não foi por nenhum motivo, parei naturalmente, e como esses meses atrás eu fiquei sem internet e o tédio apareceu, eu resolvi desenhar de novo e simplesmente amei, pensei que estaria desenhando muito mal, mas até que ficaram bons, é como andar de bicicleta, depois que aprende nunca mas esquece. haha

E desde quando voltei a desenhar me despertou uma sensação tão boa que não sentia a muito tempo atrás, desenhar me acalma tanto que quando comecei a desenhar de novo, desenhava o dia inteiro por puro prazer e até agora continuo desenhando e pretendo não parar mas e melhorar cada dia mais essa minha habilidade.
Abaixo vou deixar uns desenhos que eu fiz nesses tempos e quero muito saber o que vocês acharam.
E ai pessoal, gostaram? A imagem não está la as melhores, mas dá para vê direitinho, lembrando que eu nunca fiz nenhum curso de desenho, então não são croquis perfeitos, tem muitas coisas para melhorar ainda, mas aos poucos eu vou melhorando.
Beijinhos >.<

Veja também

10.abr.14
Felicidade Outros Pense Pessoal Reflexão

Não compre, adote!

Quem não gosta de animais? Acho que a minoria né. Na minha opinião os animais alegram qualquer tipo de ambiente e pessoas, tanto adultos, idosos e crianças, a maioria das pessoas sempre veem filmes sobre animais e sempre se emocionam, pois sabemos que o amor de um animal é verdadeiro, é um amor que não exige nada em troca, um amor sem regras, limites e dimensões, é um amor simples.
Eu particularmente amo animais, principalmente os cachorros, não posso ver um na rua que eu quero levar para a minha casa, mas infelizmente nem todas as pessoas são assim, muitas pessoas criam animais para maltratar, ou criam animais para serem brutos e ferozes e por ai vai. Eu vejo cada barbaridade que as pessoas fazem que cada vez mais eu perco a fé em uma humanidade melhor.
E muitas pessoas quando geralmente querem um bichinho de estimação compram e pensam que não tem nenhum mal nisso, realmente comprar um bicho de estimação não é ilegal, mas vocês já pararam para pensar que atrás disso existe muitas pessoas que lucram através das compras de animais?
Eu acho que o amor não se compra, um animal não tem um valor em dinheiro assim como o ser humano também não tem, imaginem você ter um amigo, enjoa dele e coloca ele para vender? Ou compra um amigo em dinheiro para poder ficar com você? é estranho né, isso que eu citei é a mesma coisa com os animais, para que comprar se a gente pode adotá-los?
Muitos animais foram maltratados por antigos donos, outros abandonados, cada animal tem uma história e geralmente esses tipos de animais que precisam de carinho ficam em um canil e a triste realidade é que mesmo isso sendo proibido, eles podem ser sacrificados. Os animais tem sentimentos, eles não falam, mas demonstram através de gestos e carinhos.
Muitas pessoas pensam mais na raça do que no animal, eu não ligo pra isso, para mim todos são iguais, com semelhanças diferentes e na minha opinião todos merecem um lar para viver e principalmente uma família, então porque não adotar? Pegar um cãozinho que já sofreu tanto e dar um pouco de felicidade a ele? Com certeza ele irá retribuir.

Abaixo irei deixar um vídeo que super vale a pena ser assistido.

Veja também

14.mar.14
Dona do blog Pessoal Reflexão Textos Textos e Literatura

Aprendendo nas quedas!

Por que será que nós lamentamos tanto quando nos decepcionamos, perdemos e erramos? 
O mundo não acaba quando nos enganamos. ele muda, talvez, de direção.
Mas precisamos tirar partido dos nossos erros.
Por que tudo teria que ser correto, coerente, sem falhas?
As quedas fazem parte da vida e do nosso aprendizado.
Que dói, dói, Ah! Isso não posso negar! Dói no orgulho, principalmente.
E quanto mais gente envolvida, mais nosso orgulho dói.
Portanto, o humilhante não é cair, mas permanecer no chão enquanto a vida continua seu curso.
O problema é que julgamos o mundo segundo nossa própria maneira de olhar e nos esquecemos que existem milhões e milhões de olhares diferentes do nosso.
Mas não está obrigatoriamente errado quem pensa diferente da gente só porque pensa diferente.
E nem obrigatoriamente certo.
Todo mundo é livre de ver e tirar suas próprias conclusões sobre a vida e sobre o mundo.
As vezes acertamos, outras erramos. E somos normais assim.
Então, numa discussão, numa briga, Pare um segundo e pense: “e se eu estiver errado (a)?”
é uma possibilidade na qual raramente queremos pensar.
Nosso “eu” nos cega muitas vezes.
Nosso ciúme, nosso orgulho e até, por que não nosso amor.
Não vemos o lado do outro e nem queremos ver.
E somos assim, muitas vezes injustos (as) tanto com o outro quanto com a gente mesmo, já que nos recusamos a oportunidade de aprender alguma coisa com alguém.
E é por que tanta gente se mantém nessa posição que existem desavenças, guerras, separações.
Ninguém cede e as pessoas acabam ficando sozinhas.
E de que adianta ter sempre razão, saber de tudo, se no fim o que nos resta é a solidão? Vida é partilha.
E não há partilha sem humildade, sem generosidade, sem amor no coração.
Se fechamos nossa alma e nosso coração, nada vai entrar.
E será que conseguimos nos bastar a nós mesmos? Eu duvido.
Não andamos em cordas bambas o tempo todo, mas ás vezes é o único meio de atravessar.
Nunca duvide do seu poder de sobrevivência! Se você duvida, cai.
Aprenda com o apóstolo Pedro que, enquanto acreditou, andou sobre o mar, mas começou a afundar quando sentiu medo.
Deus não prometeu Dias sem Dor, Risos sem Sofrimentos; Sol sem Chuva.
Ele prometeu Força para o Dia; Conforto para as Lágrimas e Luz para o Caminho.
Caetano Vitor de Assis
♥ 13/04/1957   24/02/2014
Ola pessoal, primeiramente eu queria me desculpar pelo meu grande sumiço, mas como vocês leram no post anterior, eu tive motivos né e também queria agradecer a cada leitor que deixou um recadinho de conforto pra mim, eu li todos e amei todos eles, estou muito triste com tudo que ocorreu na minha vida, mas a vida continua né, aos poucos estou voltando a minha rotina.
Esse texto acima, eu e meu irmão encontramos em um caderno do meu pai enquanto estávamos procurando alguns documentos dele e esse texto apareceu na hora certa, me fez refletir e pensar e aceitar muitas coisas que estão acontecendo e por isso eu resolvi compartilhar esse texto com vocês e mais uma vez muito obrigada por todo esse carinho, vocês são os melhores leitores do mundo! ♥

Veja também

26.fev.14
Dona do blog Pessoal

Ola pessoal, meu nome é Renato eu não saberia dizer oque sou da Dayane  pois ela é muito mais pra mim do que eu posso imaginar.
  Tenho a triste tarefa de dizer a  vocês que ela estará ausente do blog por algum tempo. Aconteceu uma fatalidade com o pai dela que infelizmente faleceu, e por esse motivo ela estará um tempo sem atualizar o blog, Obrigado pela compreensão. 

Veja também

10.fev.14
Dona do blog Fotografia Pessoal

Fotografando na casa da vovó

Ola pessoas lindas, espero que todos estejam ótimos, bom hoje eu preparei um post bem legal para quem gosta de fotografias, esses dias eu fui na casa da minha avó e como já estava com minha câmera nova resolvi tirar umas fotinhos la e gostei bastante do resultado, achei lindo e resolvi postar algumas dessas fotos para vocês darem uma olhadinha.
E depois eu quero saber as opiniões de vocês sobre essas fotos viu.
E ai pessoal, gostaram das fotos?

Veja também

Página 5 de 812345678