Categoria "Livros"
29.ago.16
Livros

Resenha: A mágica da arrumação – Marie Kondo

Resenha: A mágica da arrumação - Marie Kondo

Que atire a primeira pedra a pessoa que é 100% organizada! Não adianta, por mais que tentamos, sempre temos aquele cantinho na nossa casa que não é nada arrumado né? E nunca conseguimos deixar como deveria ficar, sempre bagunçamos e por mais que arrumamos, daqui a uns dias fica desarrumado de novo, quem nunca?  haha

Eu era assim e ainda sou um pouco, tenho minhas recaídas as vezes, mas confesso que eu melhorei muito depois que comecei a ler um livro de organização, eu nunca tinha ouvido falar dele, mas quando fui em uma livraria acabei descobrindo o livro e como eu sou uma pessoa nada organizada eu me interessei e aqui estou eu para contar um pouquinho do que eu achei desse livro para vocês.

Esse livro faz você pensar bastante em diversos fatores que você poderia não ter pensado antes de lê-lo. O livro é dividido em várias categorias, ensinando em como você deve se organizar com a técnica que a autora descreve, é um livro bem intuitivo e dinâmico, não é uma leitura cansativa e também tem como você colocar em prática a sua organização enquanto você estiver lendo ele, mas eu aconselho colocar todas as técnicas e dicas após o término da leitura.

A mágica da arrumação - Marie Kondo

Tem algumas partes no livro que a autora fala sobre assuntos  de arrumação de fotografia e livros que eu não concordo, mas é por questões que não tem a ver com a organização, fora isso, eu achei o livro praticamente perfeito!

Mas e ai, você ficou mais organizada depois que leu o livro?

Eu sou uma pessoa muito desorganizada, mas confesso que fiquei sim, não digo que o livro me fez virar 100% organizada porque não fez, mas me ajudou muiiito em diversos fatores de arrumação e de como arrumar e ver algumas coisas de forma diferente do que eu via.

Como é a leitura do livro?

O livro é dividido em várias categorias e cada uma te ensina a arrumar “tal coisa” do jeito certo com a técnica que a autora diz, no inicio da leitura você pode achar meio nada a ver, mas a partir  do momento que você vai lendo, você vai entendendo o jeito e a visão da autora de arrumar.


 

Bom pessoal, espero que tenham gostado da resenha, não gosto de entrar muito em detalhes pois ficaria sem graça para ler depois, gosto de mostrar a opinião que eu tive sobre a leitura e eu gostei muito, mesmo que eu tenha lido todo o livro, sempre revejo algumas coisas, pois é um livro que deve andar com a  gente por toda a vida, meio que um manual, entende? haha

Me digam o que acharam da resenha, já leu ou pretende ler? Me contem ♥

E confira o look da primeira foto  aqui

Veja também

13.fev.14
Livros Textos e Literatura

Livro: Quem é você, Alasca?

Ola pessoal, espero que todos estejam bem, hoje tem mais uma resenha de um livro aqui no blog e como a maioria de vocês sabem, eu li o livro A Culpa é das Estrelas (Para quem não leu a resenha é só clicar aqui) e me apaixonei por ele e por esse motivo eu queria ler outros livros do John Green e decidi começar por este.
Quem é você, Alasca?
Miles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras que, cansado de sua vidinha pacata e sem graça em casa, vai estudar num colégio interno à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o “Grande Talvez”. Muita coisa o aguarda em Culver Creek, inclusive Alasca Young, uma garota inteligente, espirituosa, problemática e extremamente sensual, que o levará para o seu labirinto e o catapultará em direção ao “Grande Talvez”.
O livro é narrado por Miles e o livro é divido pelo antes e o depois, quando eu comecei a ler eu não entendi isso, mas quando chega no “Depois” ai entendemos, o livro não tem capítulos e é separado por dias que eu achei bem diferente e legal também.
Se vocês estão esperando aquela história clichês dos livros é melhor tirar o cavalinho da chuva, tanto como A Culpa é das Estrelas, o Quem é você, Alasca?  Tem uma história um tanto quanto diferente. A história começa com um menino chamado Miles que vai estudar em um colégio interno em busca de um grande talvez e o grande talvez dele tem nome e sobrenome que se chama Alasca Young,. 
Alasca é uma menina que é difícil de descrevê-la, ela é linda, alegre, mas ao mesmo tempo depressiva, tem um vício por cigarros e bebidas, extremamente inteligente e ótima para dar trotes na escola, é sensível, feminista e verdadeiramente sincera, ela é um furacão de coisas e sentimentos e ao mesmo tempo muito misteriosa.
E Miles? é um garoto meio nerd, magricelo que adora saber as últimas palavras de todos que já morreram, apaixonado por biografias, e saiu da sua cidade onde estudava em uma escola que não tinha amigos e não era nem um pouco conhecido, ele queria algo diferente, algo que mudasse a vida dele e revirasse esse “status” de filhinho da mamãe que ele tinha, até que decide estudar em Culver Creek, onde lá faz amizades com várias pessoas, principalmente Alasca e o Coronel (é um apelido).
E a partir dai a história começa a mudar e Miles também, nessa história em vez da mocinha se apaixonar pelo bandido, posso dizer que é o mocinho se apaixonando pela bandida, porque Alasca, meu Deus! Que menina mais louca, eu realmente fiquei impressionada com a forte personalidade dela.
Um ponto muito forte também desse livro, são os personagens secundários, como Takumi, Aguia,  Coronel, Lara entre outros, eu gostei bastante de todos, acho que John Green acertou em cheio na personalidade de cada um deles.
E nesse livro como eu disse é o mocinho se apaixonando pela bandida e a bandida levando o mocinho para o mal caminho, para quem leu o livro e viu o Miles no inicio e no final viram bastante mudança no personagem, passou do garoto certinho ao garoto que fuma  e bebe, que faz trotes na escola e por ai vai, é uma mudança muito notável.
O livro é bem engraçado pessoal, tem cada partes que eu ria tanto, principalmente uma que não irei contar mas que foi muito hilária, com certeza você darão belas risadas com este livro.
A história do livro é bem divertida e bem surpreendente e John Green como sempre, adora pegar os leitores dele de surpresa e sempre da pior forma, tem uma parte do livro que foi impactante, é uma parte que você não sabe se odeia o John por ser tão perverso ou se ama ele por fazer uma história tão boa e criativa. 
O livro é perfeito demais, a única coisa ruim é que quando o livro chega no “Depois” ele fica um pouco cansativo, mas nada que faça a pessoa desistir do livro, pois fica um mistério, o livro só fica cansativo, pois não acontece tantos acontecimentos, pois essa parte é voltada mais para os sentimentos dos personagens, é voltada mais pela causa do impacto que teve em uma cena do livro e também em busca de uma mistério que eu não irei dizer aqui, porque não quero soltar spoiler.

E este livro é  um livro que assim como A Culpa é das Estrelas, vai te fazer, rir, chorar, odiar e adorar o escritor e ao mesmo querer mais, porque é um livro muito surpreendente em todos sentidos, como os personagens, a histórias, os acontecimentos e principalmente a Alasca.

E depois que você ler o livro duvido quando ver uma margarida e não lembrar da Alasca e falando em margaridas, o livro tem duas capas, essa que eu tenho e esta AQUI eu quando comprei achei essa do rosto da menina mais bonita, mas depois que eu li o livro a capa escura com a margarida tem muito mais a ver com a história e por isso mais bonita ainda, mas como já tinha outra capa, nem dava para ter esta.

E ai pessoal, gostaram da resenha? Já leram este livro? O que acharam? Ou vão ler ainda?

Veja também

04.dez.13
Dicas Livros

Saiba onde comprar livros baratos

Ola pessoal, espero que estejam ótimos, hoje eu vim divulgar uma super dica para vocês que amam a leitura. Ler é muito bom, mas aqui no Brasil ler custa caro, pois um livro bom custa mais ou menos a partir de uns 30 a 40 reais e para as pessoas que leem vários livros por mês, o total disso tudo saíra bem carinho.
Nesse post, eu vou da uma super dica que eu descobri na Bienal do livro, sim pessoal tem bastante tempo, na verdade esse post era para ser postado a meses atrás, mas eu acabei esquecendo e fui lembrar só agora. não me batem.
A um tempinho atrás eu tive o prazer de conhecer a Estante Virtual,. a Estante virtual é um site que é tipo o Mercado livre, mas só para livros, nesse site, vende livros seminovos e usados e são muitos livros pessoal, não vende só aqueles livros mais antigos, vende livros de todos os tipos, atuais, velhos e até livros didáticos e acadêmicos. 
Os livros que vendem nesse site são com preços super bacanas e vocês podem encontrar livros por menos da metade do que ele é vendido nas livrarias. é um site bem confiável e as formas de pagamento são por Paypal e depósito bancário.
E para quem gostou dessa super dica e quer conhecer esse site, é só clicar AQUI.
E alguém aqui já tinha ouvido falar desse site? Já compraram? Gostaram da dica?
Beijinhos >.<

Veja também

24.out.13
Livros Textos e Literatura

Meu primeiro blog: De volta aos quinze

Olá pessoal, espero que todos estejam bem, hoje eu trago uma resenha de um livro, depois de tanto tempo sem resenhar né.  Eu quando estive esse tempo sem internet passei a voltar a ler, pois com a correria do dia a dia eu acabava não comprando livros e faltava tempo também, mas agora peguei meu gosto pela leitura de novo e comprei este livro pois me interessou muito, não só pela autora ser a Bruna Vieira e sim pela história que tem no livro, eu achei muito interessante.

O que você faria se pudesse voltar no tempo? Será que, ao fazer escolhas diferentes, você conseguiria mudar sua vida para melhor? Anita tem 30 anos, e sua vida é muito diferente do que ela sonhou para si. Um dia, ao reencontrar seu primeiro blog, escrito quando tinha 15 anos, algo inusitado acontece, e tudo ao seu redor se transforma de repente. Com cabeça de adulto e corpo de adolescente, ela se vê novamente vivendo as aventuras de uma das épocas mais intensas da vida de qualquer pessoa: o ensino médio. Ao procurar modificar acontecimentos, ela começa a perceber que as consequências de suas atitudes nem sempre são como ela imagina, o que pode ser bem complicado. Em meio a amores impossíveis, amizades desfeitas e atritos familiares, Anita tentará escrever seu próprio final feliz em uma página misteriosa na internet.
O livro já começa bom, tem uma leitura muito gostosa e uma linguagem bem simples, acredito que quando li este livro eu vi muito a Bruna Vieira na Anita, pois pelo o que eu acho ela misturou um pouco da realidade dela com a fantasia e isso poderia até ser um defeito, mas não foi! O livro ficou ótimo, é aquele tipo de livro que a cada pagina nós sempre tiramos algo para a gente, é um livro que faz refletir sobre muitas coisas, principalmente com o futuro e as pessoas. O livro faz a gente pensar, rir, sonhar e a cada capitulo é uma surpresa diferente.
O livro conta a historia de Anita até que de repente em vários momentos da vida dela, ela volta ao passado quando tinha 15 anos e ela tenta sempre procurar reverter algo ou melhorar algo que já aconteceu, mas na maioria das vezes não é isso que ocorre e isso que acontece com ela faz a gente pensar em nós mesmo, em quantas vezes a gente quer mudar algo ou a gente quer voltar atrás, mas esquece que uma coisa depende da outra e as vezes se a gente tem certas coisas hoje é porque coisas ruins aconteceram antes e este livro mostra exatamente isso, ele mostra que não podemos controlar nossas vidas e nem a dos outros, deletar coisas e acrescentar outras, a gente simplesmente tem que viver.
È um livro que eu indico para todas as idades, pois apesar de ser um livro juvenil, ele traz muitas lições de vida para qualquer pessoa, faz qualquer um pensar na nossa vida e em como estamos vivendo-a.
O livro faz parte de uma trilogia, então terá a continuação e o final desse livro me deixou um tanto como curiosa para saber no que poderia acontecer, pois o final acabou em um momento bom que de repente acontece algo e fim, o livro acaba!. A gente fica naquele pensamento, como será que vai ser? Será que vai mudar? E isso? E aquilo… ai para saber da continuação de todas essas perguntas é só esperar o lançamento do próximo livro. :/
Eu super indico o livro pessoal, a historia é ótima a leitura é maravilhosa e muito gostosa de ser ler e a Bruna Vieira está de parabéns pois escreveu perfeitamente o seu primeiro livro de romance e para quem  pensa que é aqueles romances bem clichês e chatos, não é assim não, é um romance que envolve a gente. Vale muito a pena ler este livro que não irá se arrepender!!
E vocês pessoal, alguém leu este livro? Ou pretende ler? Gostaram da resenha?

Beijinhos >.<

Veja também

09.jan.13
Livros Textos e Literatura

Uma história dolorosamente bela: A culpa é das estrelas

Ola pessoal, depois de muito e muito tempo eu resolvi lê um livro, tinha muito tempo que não lia algum livro, depois de vê varias resenhas sobre esse livro e tudo mais eu resolvi  lê-lo, é a primeira vez que faço a resenha de um livro aqui no blog, então não sei se a postagem vai ser uma resenha perfeita, mas uma coisa posso garantir, esse livro vale muito a pena ser lido, como disse Markus Zusak “Você vai rir, vai chorar e ainda vai querer mais” 

A culpa é das estrelas
Hazel é uma paciente
terminal de 16 anos que tem câncer desde os 13. Ainda que, por um milagre da
medicina, seu tumor tenha encolhido bastante, o que lhe dá a promessa de viver
mais alguns anos, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do
diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama
Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a
Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das
páginas em branco de suas vidas.
Inspirador, corajoso,
irreverente e brutal, A culpa é das estrelas é a obra mais ambiciosa e
emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar…

Essa foi a sinopse do livro, agora irei da a minha opinião eu li várias resenhas de muitas pessoas elogiando esse livro, ai a minha curiosidade falou mais alto e resolvi lê-lo, o livro é narrado por uma garota chamada Hazel Grace que sofre de câncer pulmonar, o livro começa basicamente quando Hazel começa a frequentar um grupo de apoio a pedido a de sua mãe que diz que ela deveria ter mais vida social e neste grupo de apoio ela conhece Augustus Water que é um menino que já tinha sofrido câncer, mas foi curado… A historia desse casal foi uma das melhores historias que eu já li, eu me apaixonei pela maneira que o escritor John Green escreveu este livro, de uma maneira muito honesta e clara, sem aqueles romances melosos de livros e tudo mais,  e também é um livro ótimo para lê, é engraçado, triste, surpreendente, ou melhor é uma mistura de emoções. Eu li ele e praticamente mergulhei na historia, me senti como se estivesse dentro do livro, como se fosse a Hazel…
Neste livro o casal Hazel e Augustus vivem um pequeno e intenso romance, onde eles dois passam por muitas coisas, coisas boas e algumas ruins, é um livro que você rir no inicio e chora no final, se vocês querem lê um livro de romance em que no final todos vivem felizes para sempre, garanto a não lê este livro, é um dos livros que mostra mais a realidade das coisas, como ela é mesmo, esta é uma das coisas que eu gostei muito do autor, o livro não é aquele livro que a jovem tem câncer e que ao decorrer do livro vai fazendo de tudo para se curar ou aquela historia de superação e tudo mais, pelo ao contrario o livro mostra em como é ruim morrer sendo uma adolescente, que a qualquer momento pode ter um ponto final, eu confesso que fiquei muito surpresa com o final da historia, pois eu fui lendo o livro acreditando que iria acabar de um jeito e no final praticamente virou do avesso, o final é completamente diferente do que eu imaginei e é muito triste e não vou mentir chorei muito lendo as últimas partes do livro, é um livro que depois de lido meche com a pessoa, pelo menos mexeu comigo. Como disse Kirkus Reviews “Os leitores vão precisar de mais de uma caixa de lenços para enfrentar a dolorosa jornada de Hazel e Gus“.
Eu poderia imaginá-lo. Eu
poderia me lembrar dele. Mas não poderia vê-lo de novo, e me ocorreu que a
ambição voraz dos seres humanos nunca é saciada quando os sonhos são
realizados, porque há sempre a sensação de que tudo poderia ter sido melhor e
ser feito outra vez.
Hazel Grace_ A culpa é das estrelas

Bom pessoal, espero que tenham gostado desta resenha, não quis falar muito sobre o que acontece no livro, porque quem não leu ainda, vai perder a graça de lê,  queria  mesmo da a minha opinião e um coisa que eu esqueci de falar, o livro tem 288 paginas, aconselho muito a vocês lerem, vocês vão ser surpreender com a historia.
OBS: Em relação ao joguinho do post anterior valendo divulgação, ainda está em aberto, vou deixar o resultado do joguinho para o proximo post, e estou amando cada resposta, vai ser dificil escolher só 3.

Veja também