Categoria "Textos e Literatura"
21.ago.14
Textos Textos de leitores Textos e Literatura

Adeus

Outro dia enquanto tentava dormir em meu quarto frio e tão vazio sem sua presença, milhões de pensamentos invadiram a minha mente, precisava me encontrar, precisava por minha cabeça no lugar, você quando entrou em minha vida mexeu com todos os meus sentidos, me apresentou um sentimento que nunca imaginei que seria capaz de sentir, só que nesse relacionamento como em vários outros apenas uma pessoa se entregou por inteiro, e surpresa, essa pessoa era ‘eu’.
Amando-te esqueci como era me amar, não imaginava lhe perder, não imaginava ficar sem suas manias, sem sua voz ecoando pela casa, sem seus abraços, achei que você nunca iria embora, e foi ai que me surpreendi, você se foi! Sim você se foi para não mais voltar, você nunca se esqueceu de como era viver sem mim, você estava bem em relação a me deixar sozinha, me deixar vagando em um mundo aonde eu lhe tinha como prioridade. E assim os dias vieram tão vazios e escuros, tudo havia perdido a cor, fiquei triste, mal humorada, cabisbaixa, por longo tempo.
Só então me dei conta que era preciso parar de olhar para o passado pra começar a enxergar o que realmente estava acontecendo, eu havia me perdido, eu estava do avesso, eu não entendia o porquê o amor era assim, até hoje não entendo, até hoje não compreendo, mais daquele dia em diante muitas coisas mudaram, já não me sinto triste, ao contrario, me sinto bem, e se isso valeu a pena? – Sim isso valeu a pena, mesmo que me tenha feito sofrer muito naqueles dias foi uma experiência que eu tive que viver para poder encontrar o meu amor próprio, e aqui estamos hoje, você perdido por algum lugar nesse mundo imenso, e eu aqui, me amando cada dia mais, vivendo minha vida, fazendo minhas escolhas.
Mesmo tendo tantas perguntas em minha cabeça, elas hoje já não me perturbam mas, acho que são mais questionamentos do que perguntas. Não sei se foi eu quem errei ou se foi você, não sei porque o nosso relacionamento não fluiu, as vezes me pego pensando se tudo que vivi foi fruto da minha imaginação, porque em certo ponto era tão perfeito e quente, e em questão de segundos começou a ficar distante, frio e imperfeito.
Você se afastando de mim, brigando comigo, me magoando, e tudo isso porque ? As vezes achava que eu não era a mulher ideal pra você. Mais no final das contas quem não foi algo nessa relação foi você, apenas você. Tentou me mudar, não me viu como eu realmente era, não me levou a serio, agora consigo perceber que eu fui apenas um band-aid para tampar as suas feridas que naquele momento estavam expostas, você me usou, nunca me amou, sentia pena de mim, mais mesmo assim ficava comigo para não ficar sozinho, para ter com quem conversar quando todos lhe dessem a costas, para beijar quando não houvesse outra boca para te beijar, para abraçar quando o vazio chegasse, você foi se acostumando com a minha presença, mas não via o momento de se livrar de mim e meus muitos sentimentos, que naquele momento não importavam a você.
As vezes me surpreendo de quem fui com você, o que fiz, com que intensidade agi e quer saber? Valeu muito a pena mesmo que tenha sido só pra mim, mas valeu sentir o que senti, fazer o quê fiz, me arriscar, me doar tanto por ti, faria tudo de novo, se preciso fosse, as vezes até com mais intensidade do que antes, pois não me envergonho de nada do que vivi porque ao contrario de você, que levou por levar a nossa relação, eu vivi, e isso é o que importa.
Cada tropeço, cada lagrima, cada dor, cada pensamento, tudo o que vivi e venho vivendo desde a sua partida, me trouxe ao que sou hoje. Eu cresci, eu amadureci e acho que devo isso a você, mesmo lhe odiando pelas vezes que me fez chorar e me fez sofrer ainda sim te adoro, te adoro por ter me permitido entrar em sua vida, fazer parte de sua família, mudar sua rotina, te adoro por de uma certa forma ter me feito feliz por um bom tempo. É eu tenho essa mania de não me desprender do passado, de não deixar de amar, de não conseguir dizer adeus.
Realmente sou péssima em por um ponto final em meus sentimentos em minhas histórias, odeio esses momentos, pois são eles que determinarão o restante de nossas vidas. Mais dessa vez é mais do que necessário dizer que tudo que vivemos sempre será lembrado com carinho e amor, mais chegou o momento tão esperado de minha vida o momento que lhe deixo partir junto com todas as outras lembranças que me restaram de ti, nada mais apropriado para terminarmos essa nossa fase como um Adeus.
Texto feitor por: Mariana Lima |Blog|
  
Envie seu texto,clique aqui para saber mais.

Veja também

11.ago.14
Amor Textos Textos de leitores Textos e Literatura

Eu estava doida para te chamar no chat…

Here Without You by 3 Doors Down on Grooveshark


…Perguntar como estava o seu dia e como andava as coisas por aí, mas minha consciência dizia não –“Não vai não garota, larga de ser trouxa, se ele quisesse saber de você ele te chamava, ele te ligava ia até de pé te ver”. Eu escrevia “Oi, to com saudade!” e apagava no mesmo instante. Eu escrevia “Oi, tudo bom? Como anda as coisas por aí?” e apagava no mesmo momento. Até que minha ansiedade não agüentou e te mandei a letra de uma musica “I’m here without you baby But you’re still on my lonely mind (Here Without You 3 Doors Down). Lembrei de você!”. Como assim? Eu estava mandando a letra de uma musica perfeita e apaixonante para você?
Depois de cinco minutos meu coração ficou em minha mão. Você não me respondia e eu me arrependia a cada segundo de ter te mandando aquela frase. Maria, cadê seu amor próprio, me diz? E foi assim, até demorar exatamente sete minutos para você me responder. Ainda bem que se justificou, disse que estava ocupado (deve ser com aqueles joguinhos chatos do facebook, que no meu feed de notícias aparece você atualizando) mas nada justifica a sua demora, ainda mais se estivesse jogando.
Eu não estava tão arrependida, porque nossa conversa estava fluindo. Como é que eu estou conseguindo gostar de uma pessoa que eu sei que não vale a pena. Que eu sei, que eu vi e que eu até posso prever os sentimentos machucados. Gente, que coração bondoso é esse meu? Que só me arruma pessoas sem sentimentos, que só sabem machucar? E para falar a verdade nossa historia já começou errada, nós dois sabemos disso. Mas eu, burra, insisto. 
Não me julguem, não atirem pedras em mim. Todas nós sabemos que não tem jeito, não conseguimos controlar nossos sentimentos e quanto mais você fala “Eu não vou me apaixonar!!” mais a gente se apaixona e fim. Não tem fórmula, não tem segredo. Simplesmente acontece e é isso. Agora é tentar desviar as emoções para outra coisa, outra coisa que não seja você.
Texto feitor por: Maria Lua |Blog|
  
Envie seu texto,clique aqui para saber mais.

Veja também

29.jul.14
Amor Textos Textos de leitores Textos e Literatura

Ele Mudou

Você mudou muito, não tem mais nada daquele garoto que um dia eu me apaixonei, aquele que se sentia só, que não gostava de mentiras, aquele que não ficaria se expondo de um modo tão sujo, aquele sim me faz sentir saudades, esse seu “eu” hoje em dia nem um pouco.

Aquele garoto que não deixava se influenciar, que só não conseguia falar tudo que pensava ou sentia, ele sim era fantástico. Hoje em dia esta tão desprezível, vulgar, baixo astral e fascista que chega a me enojar. Por que isso tudo? Assim, do nada. Essas mudanças só irão te levar para um caminho pior.

Sabe, infelizmente você ainda não deve ter enxergado isso tudo, ainda não sabe o que realmente se tornou. São as influências, a maior parte dessas suas “amizades” te influenciam de forma negativa de algum modo.

Quantas vezes me disse ‘Eu te amo, não me deixe” e hoje comprovo que isso tudo era uma farsa. Quem ama cuida, quem ama não abandona.

Tem dias que pouco me importo contigo e prefiro nem lembrar de ti, mentindo para mim mesma. Tem dias como hoje, que sinto saudades dos beijos e abraços, suspiros e amassos. Estou sentindo saudades do meu ex namorado, não essa versão deplorável atual dele. Aquele sim valia a pena, esse seu “eu” de hoje em dia só quero uma coisa: distância.

Texto feitor por: Laila Cirne |Facebook|
  
Envie seu texto,clique aqui para saber mais.

Veja também

19.jul.14
Amizade Textos Textos de leitores Textos e Literatura

Amizade que nem o tempo destrói!

O sol batia de leve da janela, com leves brechas dele escapando pela cortina, estava lutando com meus olhos para conseguir abri-los. O dia ontem foi tão bom, que se fosse possível eu eternizaria ele , que pena que tudo que é bom acaba rápido demais. Tinha saído com meus amigos, fomos ver algum filme que não lembro mais o nome, pois não parávamos de falar durante o filme, só me lembro que passamos mais de uma hora discutindo que filme vê ~como sempre~ e depois acabamos escolhendo qualquer um mesmo e nem vemos direito, mas ninguém se importou mesmo, depois entramos na primeira lanchonete que vimos e ficamos por lá um bom tempo, aliás um ótimo tempo, o tempo suficiente para rirmos, debatermos sobre vários assuntos, contar as historias da faculdade e os novos amigos e seus dramas.
Eu gostava daqueles sorrisos eles me alegravam até nos momentos mais tristes, eles me acalmavam pois só de olhar para eles eu sabia que tinha amigos, amigos que estariam sempre comigo, sempre ao meu lado. Os olhares deles, eu não conseguia passar mais de alguns dias sem olhar os olhos de cada um deles, eles já eram um pedaço de mim, um pedaço de mim que eu não vivia sem.
De repente no meio dessas conversas me peguei lembrando do ano passado, quando ainda estávamos no ensino médio e nos víamos todos os dias, eu fico feliz de saber que nós 6 ainda somos amigos mesmo estudando em lugares diferentes. Eu achei que seria mais difícil me separar deles, sei lá, achei que ia ser estranho olhar para uma sala cheia de pessoas que eu não conhecia ao invés de ver meus amigos lá na turma do meio , na nossa turma do meio da sala. Mas até que não foi tão ruim quanto eu imaginei, pois eu já estava acostumada com a ideia, e nós temos tantas lembranças boas juntos, e acho que isso me conforma um pouco. E agora ver todos eles ali, todos eles com novos interesses, expectativas, com novos sonhos, -até mesmo eu- , era estranho, nem parecíamos mais as mesma pessoas, mas ainda eramos amigos, quase irmãos. 
Eu me lembro que tinha muito medo quando esse ano chegasse e quando nós tivéssemos que seguir caminhos diferentes, achei que a amizade ia ficar abalada e aos poucos iam sumindo, como acontecia com varias pessoas por ai, mas também tinha medo que eles mudassem, virassem outras pessoas, e que eu virasse também outra pessoa e não sobrasse mais espaços para nós em meio a essas mudanças, nós sempre fomos muito diferentes cada um com seu gosto musical, jeito de pensar agir e se vestir, fiquei com medo de que a gente não se entendesse mais , mas foi ai que eu aprendi uma coisa : Que não importa o lugar, nem a distancia, nem o tempo, nem se mil pessoas entrassem nas nossas vidas nada ia conseguir destruí nossa amizade, pois quando a amizade é verdeira, nada apaga e nada destrói.
Texto feitor por: Aléxia Oliveira |Blog|
  
Envie seu texto,clique aqui para saber mais.

Veja também

17.jul.14
Aprendizado Arte e Inspiração Ilustrações Respeito Textos Textos e Literatura

Vamos viver sem rótulos?

Todos os dias nós vemos todos os tipos de propaganda, sempre aquele padrão de mulher magra, alta, olhos claros, cabelos lisos… E querendo ou não isso induz as pessoas a terem um padrão de beleza, sendo que a beleza não tem padrão, está nos olhos de quem vê.
O problema é que a cada dia que passa em vez de todos terem uma mente aberta e vê que a beleza está em vários tipos de corpos, pessoas, estilos… Estão cada dia mais se fechando a um padrão de beleza que a mídia impõe, principalmente as mulheres. São milhares e milhares de regrinhas que mulheres tem que ter, e se desviar de algumas delas é considerada “a esquisita”. Estamos em pleno século 21, e está na hora de mudar esse pensamento, está na hora de pensar fora da caixinha e vê que a beleza não é só o que está na mídia.
Há uns dias atrás eu estava no Facebook e eu vi umas ilustrações que mostrava muito bem o jeito que as pessoas olham para as mulheres que são diferentes dos “padrões da sociedade” e eu me interessei bastante e tentei descobrir quem era essa pessoa que fazia essas ilustrações maravilhosas, até que a encontrei e essa pessoa se chama Carol Rossetti, que é uma ilustradora mineira, que pelo menos eu acho que teve umas das melhores ideias, que é justamente mostrar toda essa realidade em desenhos e mostrar para as mulheres que elas são donas do próprio corpo e que pode ser como quiserem, o importante é sentir-se bem consigo mesma.
Eu vou deixar abaixo algumas ilustrações da Carol para vocês darem uma olhada e veem que eu não estou enganada.
E ai pessoal gostaram? Para quem se interessou pode encontrar essa ilustradora maravilhosa aqui.
E me digam a opinião de vocês sobre esse assunto!
Beijinhos >.<
  

Veja também

Página 5 de 641 ...123456789... 64Próximo